Notícias  » Geral

BALANÇO # 4.2 – É de folia que eles gostam mais

           

Na Divisão Prata, os favoritos balançam mas não caem; Ex-trelas, Astúcia, Faroeste e Toiss se despendem sem pontuar
  • Seu notebook anda travando?

    Suporte para seu notebook e computador. Atendimento em domicílio. (11) 99138-0262
  • Torneio de quinta à noite? Tem sim!

    Sua noite de quinta será a maior diversão!
Apontado como um dos favoritos nessa Divisão Prata, o Só Quem Sabe quase malogrou diante do Ex-trelas – avançou de fase no sufoco ao marcar dois gols nos acréscimos. Quem viu o jogo pode perceber um Ex-trelas bem postado a comandar o placar quase o tempo todo. Teve chance de cravar a vitória, mas desperdiçou e acabou castigado sem piedade por Thiago e cia.!
 
Por onde andava Thiago? – Após Guel abrir a contagem para o Ex-trelas, a dupla Thiago e Jacobi foi avante para aplicar o vira. O camisa 17 fez seu primeiro de três gols recebendo de lateral, girando e marcando. O Ex-trelas podia ter marcado em jogada de Té com Guel, mas o primeiro perdeu gol incrível já dentro da área! Castigo 1: tiro de meta lançado a Jacobi, chute cruzado e 2 x 1 na conta!
 
Nada a temer, porque Té se redimiu e igualou tudo em lançamento de Fábio que o camisa 21 garante que relou nela com a cabeça para morrer na rede. Se tocou ou não (há dúvidas), gol validado! 2 x 2! E outra virada, aos 20 minutos, com Gui Aguiar! Vantagem que não durou um minuto do segundo tempo, com X-Len roubando no meio e aparecendo na área para completar! 3 x 3!
 
Becari teve chance frontal e mandou pra fora. Johnny salvaria na vez que ele acertou o canto em escanteio sobrado pra ele. Só que o Ex-trelas iria às redes aos 14 minutos, em jogadaça que Fabinho costurou lá de trás, tocou a Té, que não foi fominha e devolveu para o mesmo Fabinho fazer livre debaixo da trave! 4 x 3!
 
De cabeça, Renan teve a chance do quinto subindo sozinho na área, mas jogou por cima. Já no desespero, o SQS foi para o tudo ou nada. E falou mais alto a organização da equipe, aos berros do coach Pedrão, que chegou ao empate com Thiago abrindo na esquerda para pancada de Jacobi, rebote de Johnny e Thiago surgindo para o belisco! Quando todos esperavam os shoot outs, X-Len foi gigante ao brigar e descolar escanteio. E enorme foi Thiago ao surgir de cabeça no meio da área para nem precisar pular para cabecear e marcar o 5 x 4! Nem teve saída de meio de campo!
 
Só Guedes salva – O adversário do SQS será um velho conhecido, um de seus grandes rivais, contra quem já decidiu título (e ganhou, o X Festival Bola na Rede): o Império Celeste. Eis aqui outro jogo em que o equilíbrio se manteve quando se esperava menor resistência. O Faroeste jogou pra valer e só sucumbiu no final. No início, parecia que viria goleada, já que os celestes abriram 2 x 0 em 10 minutos. Guedes abriu a conta (ele faria 4 gols nesse jogo) recebendo na marca do pênalti e tendo liberdade para olhar o goleiro, pensar e meter de chapa no canto. O segundo foi de Masch pelo alto – cabeçada certeira e rede!
 
O primeiro tempo foi isso. No segundo, mesmo sem o técnico André Cotta no banco, mas com Léo ‘Eterno’ Lima, o Faroeste acendeu um jogo que parecia morto. BT e Lucas Augusto (2x) marcaram e tivemos um 3 x 3 no placar até os 18 minutos, quando um lance polêmico se deu: bola na área, cabeçada pra dentro da linha de fundo e bola ficando no braço do marcador. A arbitragem assinalou a penalidade, que Guedes converteu, debaixo de uma reclamação tímida de jogadores (do lado de fora a bronca foi maior).
 
O Faroeste quase empatou em lançamento de David da defesa. A bola quicou no campo molhado, Piero fez golpe de vista e ela bateu na trave lateral! Então veio o castigo: falta de David, a sexta, shoot out e Guedes anotando de novo! Ele ainda perderia outro shoot out tentando encobrir o goleiro, mas o placar ficou no 5 x 3.
 
A pedra no sapato – O Interativo encarou o Toiss com favoritismo e basicamente matou o jogo ainda no primeiro tempo, quando fez 4 x 1. The Rock abriu a contagem pegando de calcanhar na área e metendo no alto em escanteio. Jabá tabelou no meio e girou na marcação para mandar à meia altura e faturar o 2 x 0. O terceiro foi do Mr. Muscle Mandella, mais forte do que nunca, chutando cruzado da direita no canto.
 
No segundo tempo, o gol de Flávio podia dar esperanças ao Toiss, mas logo Jabá tratou de cravar seu hat trick e não dar sopa pro azar. Final de jogo tranquilo em 6 x 3 e o Interativo tem o Plata o Plomo pela frente!
 
Até quando, Titans? – O Plata fechou as oitavas no domingão e só se garantiu nos dois minutos finais, quando Alex e Jarra marcaram e fecharam em 4 x 2. O Titans até foi melhor, chegando mais ao ataque, tanto que o goleiro Robah foi o melhor em quadra. Só que o alvinegro tem um problema até hoje indecifrável: joga bem e sempre perde. Como inverter a chave?
 
Após Matheus marcar pro Plata, Melo empatou em bola sobrada na área após cobrança de falta. A etapa inicial ficou nisso. Na final, Jarra ajeitou com o pé bola vindo do alto para Thyago canhotar por baixo de Vina e fazer 2 x 1. Nem dois minutos se passaram para que Silveira tentasse o corte no meio, de costas a seu gol, mas a bola fosse pra trás, batesse em Pera e morresse em 2 x 2!
 
Daí até os 19 minutos só deu Titans. Pera e Melo perderam seus golzinhos, com Robah aparecendo bem. E a iminência do gol titânico fez abrir a brecha atrás, onde Alex se esgueirou pela direita em velocidade e soltou a pancada cruzada que Gui Leme tentou cortar no meio da área e espirrou o taco. Bola pra dentro do gol! 3 x 2!
 
Não tinha o que fazer: o Titans subiu com tudo e levou mais um, no contra-ataque, com Thyago caindo pela direita e chutando meio sem jeito. Vina afastou com o pé, mas no pé de Jarra na linha da área. Ficou fácil pra rolar a classificação definitiva do Plata às quartas!!!
 
Cadê tu, Veras? – O Motumbos não precisou jogar para chegar às quartas, já que o The Veras, numa mistura de surrealismo com desprendimento, não reparou na data exata e acabou se programando para o jogo no domingo. Acontece que seria no sábado e ninguém do elenco compareceu. Assim, o Motumbos, que tinha tomado de 7 x 2 do mesmo Veras na fase de grupos no fim de semana anterior, chega às quartas para encarar outro azarão, o Bicho Solto!
 
Favorito quem? – Se o Schalkebrada era favorito no papel, dentro de quadra não se viu o mesmo. Nem mesmo o reforço de Tutu rendeu ao time a vitória. O primeiro tempo foi de se esquecer, com muitos erros, poucas chances e nenhum gol. Coube a Didio, um dos heróis do Bicho, como verão a seguir, colocar seu time à frente no placar aos 6 minutos da etapa final. Ganhando, o Bicho recuou e esperava matar o jogo no contra-ataque. E olha que oportunidades não faltaram! Vini teve contra-ataque que podia ter chutado mas demorou e foi desarmado. A bola caiu ao goleiro, que lançou em seus pés, dando-lhe sobrevida! Só que o goleirão Testa cresceu e conseguiu limpar a própria lambança, evitando o gol com o corpo na finalização.
 
Aos 15, o Schalkebrada enfim foi às redes. Jogada trabalhada por Henry na linha de fundo com Tutu. O primeiro chutou, o goleiro deu rebote para JP conferir! Antes do apito final, Didio deixou Raphael na cara do gol e contra-ataque e este chutou pra fora! Nãoooo!
 
Decisão nos shoot outs! E foram 6 cobranças para apenas a última entrar! Japa (defesa de Yghor), Peron (batendo muito mal, em cima de Yghor) e Henry (goleiro pegou com o pé, a bola subiu muito e desceu quase sobre a linha do gol, mas quicou e, pelo efeito, voltou para a lateral do campo. Ufa!) desperdiçaram ao Schalke, com Guile (fora) e Raphael (defesa) fazendo o mesmo pelo Bicho. Só Didio, o pequeno polegar, foi certeiro e classificou o Bicho para as quartas!
 
Agora vai? – O Camelo é outro que chegou lá! Está nas quartas de final com atuação de gala do peruano Lucas Nattis! Ele marcou nada menos que 4 dos 5 gols da equipe (dois no primeiro tempo, dois no segundo) e foi mais que decisivo para o time de Renatinho e Renatão estar nas quartas, quando enfrenta o Gold Label. Biro e Marquinhos marcaram ao Astúcia, que fez frente após virar a primeira metade perdendo por 3 x 1. Quando saiu o quarto, tudo parecia perdido e o Astúcia seria entubado novamente. Só que não! O time focou no jogo, não se desesperou e descontou com Marquinhos (2x) e Biro, só que Natti estava endiabrado e marcou o quinto camelídeo aos 19. Nem outro gol de Biro no mesmo minuto permitiria o empate antes do apito final.
 
Gol de ouro – Fechando a casa, o Gold Label enfim venceu e está nas quartas! O 4 x 2 também foi conquistado no final, e encerrado com um golaço, é bom dizer. Como avisamos no Balanço prévio da rodada, o Gold joga muito pelo alto. O Pervas não leu porque se descuidou e levou logo o primeiro gol aos 4 minutos, com André de cabeça. Aos 7, outra bola pelo alto, só que desta vez André amaciou para Pepe matar, cortar para dentro e mandar no canto de Tomate, que pulou e chegou a tocar na bola! 2 x 0!
 
Só que o Pervas acordou e ainda no primeiro tempo chegou ao empate. Chute de canhota da direita de Volps e Salgado, sempre ele, dedicando mais uma vez um gol ao irmão recém-nascido Joaquim, presente na torcida! Na etapa final, alguns minutos de muita destruição e pouca criação. O Gold mostrava-se mais cansado e o empate se encaminhava para ser o resultado final.
 
Surgiu então Eric, a pegar bola no meio, dar três passos e meter no canto de Tomate – de novo lá! E de novo gol! 3 x 2! Para fechar com rótulo de ouro, Digo acertou um petardo teleguiado a morrer na gaveta! Ele pegou de peito de pé, do meio de campo, quase da lateral. A bola subiu e de repente desceu a estufar a rede do ângulo oposto! Que golaço! E olha que ele tinha tentado poucos minutos antes um arremate similar que havia explodido no pé da trave!
 
Para a rodada dupla deste sábado, dia 9, teremos os jogos de quartas de final e em seguida os vencedores se encaram na semifinal. Eis os duelos e horários abaixo:

Comentários

Total (0)